Abertura nas paredes

Interrupção de um ruído
Espaços em branco
No terreno que ladeia
Uma corrente de água
Indivíduos silenciosos
Descrevem traços paralelos
Num misto de margens e silêncios
O que deságua no mar é turvo

3 Recados:

Liza disse...

a barbara já chega arrazando!

adorei...

8)

eu sei que eu já citei essa frase antes qnd a gente estava falando sobre o silêncio, mas ela se encaixa tanto aqui q eu vou ter q citar de novo.

"a única palavra que vale a pena ser contada é aquela que não foi dita, porque a poesia se faz do silêncio."
[Ronaldes de Melo e Souza]

Barbara disse...

Arrasouuuuu!

A frase naum poderia ser mais propícia... acho que esse diálogo com o silêncio vai dar bons frutos!

Click disse...

Eu ia comentar no post da Liza perguntando assim: "Hei, de onde é que você surgiu no meu blog, pessoa? Fique à vontade e obrigado pela visita!". Mas se conhece a Barbara e cita Ronaldes de Melo e Souza, não há formalidades. A casa é sua!

Beijos pras duas moças e abraço aos rapazes!