Dança e Voz


Tentava expressar o sentir sem palavras. Sintonizar o ritmo de fora com o ritmo de dentro. Fazendo o coração bombear acompanhando a melodia cantada no rádio. Deixar os pés fazerem sua mágica. Agarrar o ar. Cantar e não se ouvir. O movimento do corpo cantando mais alto. Tocar o céu e descer até o chão. Viver o estado de tudo. As pernas por mais que doam não param. Ser invencível. Dançar o silêncio do mundo com a melodia que corre nas veias. Cada suor uma nota.

Dizer com o rebolar da cintura o que não se diz com a boca. Inventar um novo universo. Resgatar uma vida passada. Se sentir mais leve que o som. Ser surdo e mudo. Uma língua estrangeira. Se comunicar com aquilo que sempre existiu calado no dentro. E esquecer. Destruir o ontem num passo para a esquerda. Apagar o amanhã rodopiando para a direita. Girar e girar.

Tocar mundos distantes com os braços. Os cabelos balançam em ritmo próprio. Ignorar a multidão ao redor. Pessoas convergidas em energia. Sentir a luz do refletor brilhando dentro de você. Experimentar o estado de pássaro. Entrar em transe de deus. Se sentir nu e outro.

Minha voz, minha dança.

5 Recados:

Amon Ribeiro disse...

...sentir-se selvagem onde todos sao caça e caçador em busca de sucesso, sobrevivencia e amor...

minha parte na sua dança.

hot kisses!

Fionna disse...

Dança: muitas vezes meu remédio. Me uso, escuto, misturo e liberto. Este é um texto que dança! =]

Adorei o visual do blog, muito lindo! *.*

Bjos, te a proxima..

Diogo disse...

"Destruir o ontem num passo para a esquerda." gostei disso rsrs

Marcelinho Mavambo disse...

Confession on a dancefloor? rsrsrs

Rodrigo Campos disse...

Não há nada melhor do que uma boa pista de dança pra afastar as energias negativas!!! =)

Otimo blog! Parabens!