Destino


Pouco a pouco vai anoitecendo
Durante mais que um dia não pesquei
Coloquei no anzol a melhor isca
O caniço curvou-se durante a briga
Trouxe o peixe a tona e o soltei
E fiz isso muitas vezes nesse dia
E talvez repita o mesmo amanhã
Foi mais uma escolha dividida
Alimentar os peixes da baia
Ou saciar a fome do meu clã
E de novo os peixes têm vencido
Eu mesmo só como pão e água
Eu gosto de vê-los em briga
Recolher aos poucos a vara retorcida
Torcendo para a linha ser quebrada

1 Recados:

Débora disse...

E a vida é cheia de escolhas divididas!!